UERJ UERJ Mapa do Portal Contatos
Menu
Home > Atualidade > Editais

Editais

Projeto Jovens Talentos para a Conservação na UERJ

Trata-se de uma iniciativa do Instituto Luísa Pinho Sartori, com o objetivo de fomentar a pesquisa em Conservação e Ecologia, através do patrocínio de projetos desenvolvidos por alunos de Mestrado em Ecologia.

O edital segue em anexo, e também está no site do Instituto ( www.institutoluisa.org.br ).

O patrocínio é de R$ 20.000,00, com duração de dois anos. 2019 será o segundo ano do projeto, temos em andamento o projeto contemplado em 2018, que trata da reintrodução de uma espécie de jabuti amarelo na Floresta da Tijuca.

O prazo de inscrições foi ampliado para o dia 24/03/19.


uerj_edital jovens talentos para a conservação ilps_2019_rev1_467.pdf

Chamada 387 da CAPES - Mar profundo: a emoção de quem já participou de uma Expedição IODP

A Expedição IODP 387 – Amazon Continental Margin está com prazo de submissão de propostas aberto até o dia 1º de março. A chamada é para atuar no Navio de Pesquisa JOIDES Resolution que atracará pela primeira vez no Atlântico Sul e na costa brasileira. A expedição ocorrerá entre os dias 26 de abril e 26 de junho de 2020.

Este edital busca pesquisadores em nível de doutorado, pós-doutorado ou pesquisador pleno, que tenham mais de 8 anos de título, em todas as especialidades relacionadas ao tema “mar profundo”. Durante sua permanência no navio as despesas de acomodação e alimentação serão custeadas pelo Programa. A CAPES financia a participação do Brasil no consórcio JOIDES Resolution, desde 2013.

A Expedição 387 perfurará a parte superior da bacia da Foz do Amazonas, na margem equatorial do Brasil, para recuperar uma sequência sedimentar que abrange quase todo o período cenozóico. O programa reúne parte significativa da comunidade científica atuante nas ciências do mar em águas profundas de diversos países usando avançada tecnologia em perfuração oceânica.

Gerson Fauth, que atuará como co-chief na expedição 388, em junho de 2020, convida os pesquisadores a participarem da Chamada 387: “Os brasileiros estão tendo a grande oportunidade de testar suas hipóteses através de amostras coletadas em grandes profundidades, ou seja, é uma enorme oportunidade para o mundo científico”.

Simone Mantovanelli é paleomagnetista e participou, em 2016, da expedição 366, em uma jornada que coletou materiais para investigação dos processos físicos, químicos e biológicos em uma região de vulcões de lama. Para a pesquisadora, a expedição foi a chance de convívio com cientistas renomados. Uma “experiência maravilhosa”, em suas palavras. “A oportunidade de ir para esses lugares coletar material é única”, comentou.

Já Bruna Dias, micropaleontóloga, seguirá na expedição 378 em janeiro de 2020, mas já exalta a parceria entre a CAPES e o programa IODP: “A ação permite a ampliação da rede de colaboração internacional com outros cientistas”.

O International Ocean Discovery Program (IODP) busca investigar e monitorar a história e a estrutura da Terra, a partir do registro em sedimentos e rochas do fundo do mar.

Fonte e mais informações: CAPES

57º Edital Fundação Grupo Boticário

Novas ideias para a conservação da natureza

Estão abertas as inscrições para o 57º edital da Fundação Grupo Boticário – Novas Ideias para a Conservação da Natureza. Pesquisadores de todo o Brasil podem inscrever iniciativas ligadas à conservação da biodiversidade até o dia 31 de março, pelo site da instituição. Diferentemente dos anos anteriores, que tiveram uma chamada em cada semestre, 2019 concentrará as inscrições em uma só oportunidade, uma novidade que exige atenção dos interessados. Os projetos selecionados terão, somados, o apoio de cerca de R$ 2 milhões. Os trabalhos devem contemplar ao menos uma das áreas abaixo: Unidades de conservação de proteção integral e Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs): propostas que contemplem a criação ou a ampliação de unidades de conservação em áreas continentais ou marinhas. Serão priorizados projetos que se tornem referência em gestão, uso público, pesquisa e que tragam benefícios para as comunidades do entorno; Espécies ameaçadas: iniciativas que promovam a conservação de espécies nativas ameaçadas e que tenham impacto positivo em seu status de ameaça; Ambientes marinhos: projetos que façam conexões entre diferentes atores-chave envolvidos em áreas marinhas protegidas, proteção de espécies ameaçadas e fortalecimento de instrumentos de proteção da biodiversidade marinha diante de pressões como sobrepesca, turismo predatório e exploração inadequada de recursos naturais; Inovações e novas tecnologias para a conservação da natureza: serão selecionadas iniciativas que proponham novas formas de monitoramento da biodiversidade e o desenvolvimento de dispositivos que contribuam para a conservação de espécies e ecossistemas. Os projetos inscritos devem estar vinculados a instituições sem fins lucrativos, como fundações de universidades, organizações não governamentais (ONGs) e associações.

Inscrições até dia 31/03 através do site www.fundacaogrupoboticario.org.br

Dúvidas podem ser encaminhadas por e-mail para edital@fundacaogrupoboticario.org.br


uerj_whatsapp image 2019-02-07 at 08.30.30.jpeg_465.jpg

Boas notícias para Uerj

O professor Egberto Gaspar de Moura, sub-reitor de Pós-Graduação e Pesquisa da UERJ, apresenta um conjunto de boas notícias sobre a Universidade que chegaram nos últimos dias.

No caso específico do edital Faperj Nº 12/2018, a Fundação já divulgou a listagem atualizada com os novos contemplados. O documento está disponível para consulta em bit.ly/2TlSi3h.

Confira isso e muito mais no vídeo: https://www.facebook.com/UERJoficial/videos/2746362248923248/